Óbvia a afirmação do título. É o que sinto. Sinto que o povo brasileiro, está totalmente dormente. Não sei se por desesperança ou por omissão.

Em verdade, estamos sendo diariamente vilipendiados pelos nossos governantes e nada fazemos para mudar.

Creio que este distanciamento do povo  demonstra que a ditadura não encerrou seu ciclo. O Presidencialismo, por sua característica, prazo certo e irresponsabilidade, são essenciais para configurar o jugo sobre o povo.

O compromisso com o social limita-se ao bolsa família, exercício de assistencialismo pobre e controlador das massas, apaziguando-as e as tornando indolentes. Aliás, barriga cheia dá sono.

Não há conjuntura mundial que justifique a nossa situação. Nossos governantes, de esquerda ou de direita, são o verso e o reverso da mesma moeda. Para eles somos uma grande senzala onde o senhor impera sem limites, submetendo a todos ao seu imenso poder.

Cordeiramente aceitamos. Triste país.