Domingos Alcalde é condenado por compra de votos e Capacete pode
perder cadeira

Decisão do juiz eleitoral de primeira instância José Antônio Bernardo condenou
o candidato a vereador Domingos Alcalde (PMN) à cassação do registro e multa de
R$ 53.205,00 por compra de votos na eleição de 2012. O detalhe é que o
magistrado anulou os votos do partido e da coligação PMN – PDT, o que afeta
diretamente o vereador José Expedito Capacete (PDT), que pode perder cadeira na
Câmara Municipal de Marília.